Colégio ESPÍRITO SANTO

Canoas/RS

NOTÍCIAS

10/03/2017

Muito carinho nos 58 anos do CES

O aniversário de 58 anos do Colégio Espírito Santo foi comemorado no dia 9 de março com muito carinho por alunos de todos os níveis de ensino. Para a diretora do CES, Irmã Maria Sônia Muller, a data é uma oportunidade para agradecer a todos os estudantes, professores e funcionários que fazem a escola acontecer. "Uma grande alegria é ver que a instituição tem sua marca registrada profundamente na vida das pessoas que frequentam e que já passaram por aqui. O colégio sempre teve uma caminhada muito boa e um bom relacionamento com a comunidade, fazendo a escola crescer. O trabalho é muito e a ordem é melhorar”, afirma. Neste sentido, ela relembra que o ensino do CES tem sido qualificado nos últimos anos por meio de diferentes projetos, além do grande incentivo à arte e ao esporte através das atividades extracurriculares.

Para atender as turmas de Berçário, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Turno Inverso, o CES também têm investido muito na renovação da estrutura predial, destacando-se a climatização de todas as salas de aula. “O grande sonho, para o jubileu de 60 anos, é a construção do Centro Esportivo, que terá quadras de esporte, salão de eventos e um grande estacionamento no subsolo”, comenta a diretora sobre os planos para o futuro.


Missa relembra atuação das Irmãs Missionárias

Celebrante das missas de aniversário do CES, o monge cisterciense Dom Roberto Borges Teixeira relembrou sua caminhada de estudante no próprio Colégio Espírito Santo, a partir de 1966. "Era um bairro de casas simples, de madeira. A comunidade escolar era uma extensão da família, multiplicando dons e possibilidades. Eu vinha à escola para usar a biblioteca, para estudar e para convivência com amigos. A escola nos abria uma dimensão para o debate sobre diferentes questões. Hoje, quando vejo a escola, que de uma construção humilde se mostra grande, me uno às Irmãs e digo obrigado", comentou. Para ele, a presença das Irmãs Missionárias Servas do Espírito Santo na comunidade é como um sinal de esperança que ajudou a desenvolver o bairro Nossa Senhora das Graças. "Naquela época, sem internet, em que buscávamos a informação em enciclopédias, as Irmãs eram uma porta viva para sabermos mais do mundo e da doutrina. Eram responsáveis pela evangelização e pelo fator cultural. E as Irmãs souberam acompanhar as mudanças do tempo, fazendo valer sua vocação trinitária, que nos faz olhar para dentro e sentir que a felicidade está na descoberta da imagem e semelhança de Deus que carregamos no nosso interior. A escola tem por missão ensinar que a vida, a felicidade e o amor começam dentro de cada um", destaca Dom Roberto. Na visão do monge, o CES é como o "quintal de casa" dos estudantes, convidando também a família para o convívio no pátio do colégio.


Flores como homenagem

As crianças da Educação Infantil tornaram a festa pelos 58 anos do CES muito mais colorida. Cada turma teve seu próprio momento de cantar o Parabéns a Você e de posar para fotos diante do bolo de aniversário decorado com confeitos nas cores do colégio. Mas o que elas mais gostaram de fazer foi mexer na terra para plantar mudinhas de flores da espécie kalamchoe no jardim do bosque da escola. "As crianças e professoras aprenderam que é preciso fazer a 'caminha', cavando a terra, para abrir espaço para a mudinha. A planta representa uma vida nova e cada flor tem uma cor diferente para ficar bem colorido", disse a supervisora Elen Zimmermann. A ideia é que os alunos cuidem das flores ao longo do ano, acompanhando seu desenvolvimento. O plantio também é uma forma de trabalhar com os pequenos o tema da Campanha da Fraternidade, falando sobre os biomas brasileiros.


Professores rock'n'roll

Hits do rock nacional e internacional fizeram parte do repertório da Banda do Espanto, formada pelos professores do CES Fábio Ruschel (vocal), Marcos Schulz (guitarra e baixo) e Renã Covolan (metais e bateria), com apoio dos músicos convidados Everton (guitarra) e Jeferson (bateria), além do aluno Gabriel Petuco (violão), estreante no grupo. "No ano passado, o professor Marcos tocou violão com a gente e falou da ideia da banda. Semana passada comecei a ensaiar com eles. Está sendo sensacional. É uma emoção grande", disse o estudante que toca guitarra e violão há um ano e quatro meses. "Essa junção de professores, alunos e até pais que se interessarem em participar é uma ideia de muito tempo. Queremos trazer músicas com conteúdo e abrir oportunidade para mais alunos, estimulando quem está vindo a mostrar sua qualidade musical", comentou Fábio, para quem a música aguça a sensibilidade e a reflexão.


Mesas fartas em lanches coletivos

Além de boa música, os recreios prolongados das turmas do Ensino Fundamental e do Ensino Médio tiveram uma grande variedade de lanches para comemorar os 58 anos do CES. É que a Gincana Estudantil lançou como tarefa que cada uma das equipes organizasse uma mesa festiva para o aniversário, fazendo com que os comes e bebes fossem compartilhados entre todos os estudantes. O que não faltou foram doces e salgados saborosos e muita criatividade para decorar os espaços de cada equipe com balões nas cores do colégio, cartazes e até camisetas dos times esportivos do CES.


Show de muitos talentos

Foram tantas apresentações inscritas para o Show de Talentos no aniversário do CES, no turno da tarde, que algumas turmas só puderam mostrar o que prepararam para esta atividade no dia seguinte. Música, dança, teatro e poesia foram as principais formas que os estudantes do 3º ao 5º ano do Ensino Fundamental encontraram para expressar suas habilidades e carinho pela escola. Encerrando a programação de aniversário, os alunos saíram do colégio com balões e faixas na cabeça com os dizeres: #SouMaisCES.




ENDEREÇO
Rua Tamoio, 3393
Nossa Senhora das Graças
CEP 92120-002
ALÔ, CES!
(51) 3472-1502
(51) 3472-1722
secretaria@ces.g12.br
DIREÇÃO
Irmãs Missionárias
Servas do Espírito Santo
www.mssps.org.br
Todos os direitos © 2016 |
Colégio Espírito Santo |
Canoas/RS