Colégio ESPÍRITO SANTO

Canoas/RS

NOTÍCIAS

24/04/2018 - Atualizada em 28/04/2018

CES inicia ações para melhorar o trânsito

Assim como em outras escolas com grande número de alunos, as ruas próximas do Colégio Espírito Santo registram congestionamentos nos horários de entrada e de saída das aulas dos turnos manhã e tarde. “As ruas são as mesmas de décadas atrás, mas o número de veículos é muito maior. Vivemos tempos em que o uso do carro é uma ferramenta que leva as pessoas ao trabalho e ao estudo”, comenta a diretora do CES, Irmã Maria Sônia Muller.

Conforme levantamento noticiado pelo jornal Zero Hora, em 1º de janeiro deste ano, a frota de veículos do Rio Grande do Sul aumentou 14 vezes mais do que a população nos últimos 10 anos. Agravando esta situação, percebe-se também o mau comportamento de alguns motoristas que dificultam ainda mais a circulação no entorno da escola ao fazer fila dupla, ou estacionar em locais proibidos.

Para buscar solucionar estas situações, nos últimos meses a direção do CES e o arquiteto Daniel Kroth estudaram alternativas em conjunto com o secretário municipal de Transportes e Mobilidade, Ademir Zanetti. As primeiras medidas serão implantadas a partir de 2 de maio. Outras mudanças estão previstas para o segundo semestre, além de propostas que requerem maior prazo para execução.


Fiscalização e novo acesso ao Bloco 1

A partir de 2 de maio, o CES implanta novo acesso aos alunos do Ensino Fundamental e do Ensino Médio que estudam no Bloco 1. O ingresso na escola também poderá ser feito pelo portão da Rua Gomes Freire de Andrade. O funcionamento será nos horários de saída do turno da manhã e de entrada do turno da tarde, das 12h às 13h30, e no término de aulas da tarde, das 17h30 às 18h. Com esta medida, procura-se evitar a concentração de veículos na Rua Tamoio.

O portão de acesso do Bloco 1 pela Rua Tamoio permanecerá funcionando, considerando a entrada e saída de alunos que utilizam o transporte escolar, bem como os casos de famílias que possuem filhos estudando nos Blocos 1 e 2.

Em paralelo, o secretário Ademir Zanetti comunicou que reforçará a fiscalização nas ruas de acesso ao CES para proibir o estacionamento nos locais destinados somente à possibilidade de embarque e desembarque.


Obras e adequações nos horários

Para o segundo semestre, a diretora do CES considerou a sugestão do secretário de Transportes e Mobilidade que pediu para aumentar em 20 minutos os horários de entrada e de saída da Educação Infantil em relação às turmas de Ensino Fundamental e Ensino Médio.

Por parte da escola, foi apresentado projeto do arquiteto Daniel Kroth para a criação de “refúgios” para estacionamento usando parte do passeio público da Rua Santa Terezinha, no trecho entre as ruas Tamoio e Quinze de Novembro. Com essa medida, espera-se uma maior fluidez do trânsito.

A escola também pediu autorização para a instalação de coberturas e de gradis de proteção nos passeios públicos das ruas Tamoio e Gomes Freire de Andrade, de forma que o embarque e desembarque dos alunos seja mais seguro e abrigado da chuva. O projeto foi encaminhado para avaliação da Prefeitura.

Outra proposta em elaboração pelo arquiteto é a criação de um portão de acesso de veículos para desembarque e embarque de alunos no Bloco 2. O acesso seria pela Rua Santa Terezinha com saída na Rua Tamoio.

A longo prazo, o arquiteto Daniel acredita que a escola conseguirá minimizar a escassez de áreas de estacionamento com a construção do Centro Esportivo e Cultural do CES que ficará situado na Rua Gomes Freire de Andrade. O projeto prevê 90 vagas de estacionamento.


Palestra Vida Urgente

No dia 26 de abril, às 20h15, a Paróquia Nossa Senhora das Graças (Rua Tamoio, 3285) recebe a palestra de Diza Gonzaga, presidente da Fundação Thiago de Moraes Gonzaga – Vida Urgente. Ela falará sobre os impactos sociais do álcool e o aumento da violência no trânsito. A entrada é a doação um quilo de alimento.


Projeto com a comunidade escolar

A busca por um trânsito melhor nos arredores do CES depende do envolvimento de toda a comunidade escolar. Por isso, os alunos da Educação Infantil ao Ensino Médio participarão de um grande projeto que inicia em abril e que terá culminância na Semana do Trânsito, em setembro. Conheça algumas das ações previstas:

As turmas da Educação Infantil participarão de um circuito simulando o trânsito no pátio da escola. A proposta é usar o lúdico para que as crianças entendam melhor o funcionamento de sinaleiras, por exemplo.

Os alunos do 1º, 2º e 3º anos do Ensino Fundamental I receberão orientações de como subir e descer pelo lado correto do carro, do uso do cinto de segurança e de onde deixar a mochila para facilitar o desembarque.

As turmas do 4º e 5º anos vão realizar um “pedágio” para entrega do folder os 7 Hábitos do Trânsito, de forma a alertar os motoristas dos cuidados que devem ter na hora de dirigir perto da escola.

Para o Ensino Fundamental II e Ensino Médio, parte das ações deste projeto serão em forma de tarefas da Olimpíada Estudantil CES. No caso dos alunos do 6º e 7º anos, um dos desafios será a criação de paródias musicais sobre o trânsito, com gravação de vídeo. Já os estudantes do 8º e 9º anos ficarão com a responsabilidade de criar o nome, símbolo e slogan do projeto.

A partir da Palestra Vida Urgente, os alunos das três séries do Ensino Médio desenvolverão redação e vídeo sobre os problemas do trânsito, como forma de colaborar para a conscientização de todos.

Pais e mães que queiram compartilhar seu conhecimento em relação ao trânsito podem entrar em contato as supervisoras de cada modalidade de ensino para que sejam avaliadas como podem ser aproveitadas estas colaborações.


Evite o mau exemplo

Nas redes sociais, responsáveis de alunos do CES questionam o mau exemplo que está sendo dado aos filhos por parte de mães e pais que cometem infrações no trânsito do entorno da escola. As principais críticas são em relação ao estacionamento indevido na área exclusiva para veículos de transporte escolar, em entradas de garagens de casas e de estabelecimentos vizinhos ao colégio, além de parar o carro em fila dupla para desembarque dos alunos.


Problemas que se repetem

O trânsito mais intenso e até conturbado nos horários de entrada e de saída de alunos não é uma exclusividade das redondezas do CES. Trata-se de uma realidade de muitas escolas, em várias cidades. Em uma pesquisa sobre o assunto na internet, verifica-se que as infrações no trânsito nas proximidades de colégios são praticamente as mesmas. E todas sujeitas à multa.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, estacionar em fila dupla, sobre a faixa de segurança para pedestres ou nas calçadas é uma infração grave. Parar o carro em guia rebaixada do passeio público para entrada e saída de veículos é uma infração média.


Segurança dentro do veículo

O Portal do Trânsito também chama atenção para uma irregularidade flagrada próximo às escolas: a falta de sistema de retenção apropriado para o transporte de crianças. O uso do bebê-conforto, da cadeirinha, do assento de elevação, ou do cinto de segurança, conforme a idade do estudante, é fundamental. Confira as determinações do Código de Trânsito Brasileiro:

Zero a 1 ano: a criança deve ser transportada no bebê-conforto ou conversível, que é uma cadeira em forma de concha, levemente inclinada, colocada no banco de trás, voltada para o vidro traseiro, conforme orientações do fabricante.

1 a 4 anos: a criança deve ser transportada em cadeirinha especial no banco de trás, voltada para a frente, corretamente instalada, conforme orientação do fabricante.

4 a 7 anos e 6 meses: a criança deve usar os assentos de elevação (boosters), com cinto de segurança de três pontos, e ser conduzida sempre no banco traseiro.

7 anos e seis meses a 10 anos: a criança pode usar apenas o cinto de segurança de três pontos, no banco de trás. Só é permitido, por lei, sentar no banco da frente a partir dos 10 anos e com cinto de segurança.

(com informações do Portal do Trânsito e do Denatran)


ENDEREÇO
Rua Tamoio, 3393
Nossa Senhora das Graças
CEP 92120-002
ALÔ, CES!
(51) 3472-1502
(51) 3472-1722
secretaria@ces.g12.br
DIREÇÃO
Irmãs Missionárias
Servas do Espírito Santo
www.mssps.org.br
Todos os direitos © 2016 |
Colégio Espírito Santo |
Canoas/RS